10 fotos (com drone) da praia do Guincho, em Cascais

A praia do Guincho localiza-se em Cascais e está integrada no Parque Natural de Sintra-Cascais. A zona litoral deste enorme parque de 14583 hectares e toda a zona de Sintra fazem parte do Sítio Sintra-Cascais, inserido na Rede Natura 2000. Esta é uma rede europeia de espaços naturais e espécies da fauna e da flora protegidos para conservar a biodiversidade.

No litoral do Parque Natural podemos ver principalmente arribas altas, modeladas pelo oceano. É entre estas arribas que encontramos a praia do Guincho, mundialmente conhecida pelas condições perfeitas para a prática de surf e windsurf. Foi reconhecida como uma das 7 Maravilhas de Portugal no ano de 2012.

Eu moro em Lisboa e vou regularmente a esta praia, normalmente no inverno. Gosto muito do cenário dramático e aquele mar revolto.


Dicas para ir até à Praia do Guincho

(Se fizer as suas reservas através destes links, não paga mais nada por isso e eu ganho uma pequena comissão, o que é determinante para eu continuar a escrever sobre viagens. Obrigada!).

Como chegar: É muito fácil chegar à Praia do Guincho, uma vez que é possível ir de carro até quase ao areal. Tem estacionamento perto. Se for de transportes públicos pode ir até Cascais de comboio por exemplo e depois procurar a paragem do ScoTTURB que passa no Guincho.

Onde dormir: Recomendo o Hotel Baía, localizado mesmo no centro de Cascais. A localização é muito boa, sendo possível ir a pé até ao centro ou á Marina e também ter acesso a várias paragens de autocarro que levam até ao Guincho.

Como planear uma viagem de forma independente (tal como eu faço)?
. Reservar os melhores voos no SkyScanner. Aqui consegue encontrar e comprar os melhores voos para o destino escolhido.
. Alugar carro no Rentalcars. Vai encontrar todas os parceiros e fornecedores disponíveis assim como os preços das várias gamas.
. Marcar no Get Your Guide os bilhetes de entrada nos locais que pretende visitar ou nos tours que quer fazer, para evitar filas e tempo perdido.
. Fazer o visto em iVisa.
. Fazer um seguro de viagem na Iati Seguros, para não correr riscos que podem sair caros.
. Utilizar o cartão Revolut, que lhe possibilita fazer pagamentos e levantamentos na moeda do local onde estiver a viajar (e poupar muito dinheiro em taxas).
. Marcar sempre que necessário uma Consulta do Viajante para conhecer os riscos associados à sua viagem e as respectivas medidas de protecção e prevenção.
. Optar sempre que possível por levar menos bagagem possível. Veja as minhas 10 dicas.

 

Sobre a Kate
É uma ex-consultora, blogger de viagens a tempo inteiro, viajante há 20 anos e mãe da Maria há 5. Viaja na maior parte das vezes em família, com a filha desde que era uma bebé de 2 meses e os 3 juntos já fizeram mais de 30 viagens pelo mundo.
Fundou o Wandering Life, organiza @instameets.pt, fundou e é vice-presidente da ABVP – Associação de Bloggers de Viagem Portugueses, tem ebooks onde ajuda outras famílias a viajar, organiza Workshops sobre Viajar com Crianças, fé undadora da comunidade Famílias de mochila às costas e da rubrica Conversas em família.

Deixe um comentário