Praga: Tudo sobre a ponte Carlos

Praga é a capital da República Checa e na minha opinião, uma das mais belas cidades da Europa. Visitei há poucos dias e adorei. O centro histórico é lindo, com edifícios excepcionais, um castelo imponente e uma ponte que é uma das mais famosas do mundo. Todo o centro histórico é Património da UNESCO desde 1992.

O centro da cidade de Praga é atravessado pelo mais extenso rio do país, o rio Vltava. Tem 435 km, nasce na região da Boémia e desagua a alguns quilómetros a norte da capital checa. O rio divide Praga em duas margens.

De um lado Malá Strana, a cidade pequena (é aqui que se localiza o castelo) e Hradcany. No outro lado encontra-se Staré Mesto (cidade velha), Nové Mesto (cidade nova), Josefov (bairro judeu) e Vysehrad.

o castelo de praga
viagem
O castelo de Praga

No rio Vltava e em outros curso de água da cidade existem mais de 300 pontes, sendo por isso chamada de cidade das 100 torres e também das 100 pontes. A mais conhecidade de todas é a ponte Carlos. É a mais antiga e durante 450 anos foi a única ligação às duas margens do rio Vltava.
Esta ponte e a sua envolvência é verdadeiramente extraordinária. Obrigatória a visita num passeio por Praga.

Quem mandou construir a ponte Carlos

O Imperador Carlos IV ordenou que fosse construída uma ponte em Praga no ano de 1357, uma vez que era necessário substituir a antiga ponte Judith que tinha sido destruída pelas inundações de 1342. O Imperador atribuiu a tarefa de desenho e construção da ponte ao arquiteto Petr Parleř, mas só após a sua morte é que foi concluída (1402). Incialmente era designada por Ponte de Pedra e só em 1870, muitos anos mais trade, é que recebeu o nome de Carlos, como homenagem a este soberano.

Diz a lenda que Carlos IV consultou astrólogos para conhecer qual o dia mais favorável ao início da obra. Assim sendo, a 1ª pedra foi colocada pelo próprio Imperador no exato momento em que os astrólogos recomendaram, que foi na madrugada do dia 9 de julho de 1357. Exatamente às 5h31!

Diz-se também que na altura em que foi construída foram utilizados ovos, vinho e leite para garantir que durasse muitos anos. O que é um facto é que ela já tem quase 660 anos!

O que ver na ponte Carlos

A ponte Carlos tem 515,76 metros de comprimento e 9,5 metros de largura. É uma imponente construção de arenito com 16 arcos.
O trânsito é proibido na ponte desde 1965 por isso pode percorrer toda esta maravilha completamente à vontade.

Praga: Tudo sobre a ponte Carlos
Os arcos da ponte

A vista do castelo

Eu diria que em 1º lugar o mais importante na ponte Carlos é a vista que temos do Castelo, do rio e de toda a sua dinâmica. Muito provavelmente vai atravessar partindo da zona antiga e por isso terá este lindíssimo monumento mesmo à sua frente. É um complexo magnífico localizado no topo de uma colina. Muito interessante também é observar o rio, ambas as margens e todos os barcos que percorrem o Vltava.

Torres, estátuas e grupos escultóricos

Em 2º lugar é a própria ponte. Tem três torres (uma torre numa das suas extremidades e duas torres na outra) e 30 estátuas de importantes santos ao longo de toda a sua extensão.

As torres

As torres que se encontram nas extremidades da ponte Carlos são consideradas por muitos, como as construções góticas mais bonitas do mundo. No lado da cidade velha existe uma e na sua proximidade a estátua do Imperador Carlos IV que deu nome à ponte. Esta torre foi construída na mesma época da ponte e possui esculturas belíssimas, também da responsabilidade do arquiteto Petr Parleř.

Muito provavelmente a sua travessia vai ser iniciada exatamente aqui. Prepare-se que é o início de uma viagem no tempo. Depois de meio kilómetro de ponte, já do lado do castelo existem duas torres com alturas diferentes. A mais pequena é a mais antiga e pertencia à antiga ponte Judith. A torre mais alta é mais recente, do século XV, assim como o pórtico entre ambas as torres.

Praga: Tudo sobre a ponte Carlos
Torre do lado da cidade velha
Praga: Tudo sobre a ponte Carlos
Torres do lado do castelo

As estátuas e grupos escultóricos

As 30 estátuas e grupos escultóricos que se encontram na ponte foram colocadas entre 1683 e 1928, muito anos após a sua construção. É uma mistura de estilos muito interessante, uma vez que a ponte é ainda medieval e as estátuas barrocas. Elas foram doadas por juízes e nobres que pertenciam ao movimento da Contra-Reforma. O que vemos hoje na ponte são réplicas, se quiser ver as originais terá de visitar o Museu Nacional de Praga.

As estátuas representam na sua grande maioria santos, sendo eles nomeadamente S. Ivo; Santa Barbara, Margarida e Elisabete;  – as virgens sagradas; Pieta; S.Sigismundo, Santa Lutgarda, S. Alberto ou a muito conhecida estátua e homenagem a S. João Nepomuceno. Esta é a estátua mais antiga da ponte.

Diz a lenda que este santo era um padre confessor da rainha e que quando negou dizer ao rei o que a rainha lhe contava em confissão, foi morto e o seu corpo mandado ao rio.

Dedicado a este santo existe uma estátua e uma homenagem talhada em ferro. Em ambos os monumentos é possível verificar a existência de cinco estrelas na cabeça, que se diz terem sido vistas com o seu corpo no rio. Uma outra escultura que se encontra na ponte é o Calvário, que ao longo dos anos foi sofrendo várias modificações. Neste local eram executadas as penas de morte.

Animação

Em 3º lugar toda a animação dos inevitáveis artistas de rua e pequenos comerciantes. Não aconselho comprar porque aqui é tudo muito mais caro, mas sem dúvida que vale a pena ver e fazer parte de tudo isto.

Praga: Tudo sobre a ponte Carlos
Artistas de rua na Ponte Carlos


Dicas sobre viajar até Praga

(Se fizer as suas reservas através destes links, não paga mais nada por isso e eu ganho uma pequena comissão, o que é determinante para eu continuar a escrever sobre viagens. Obrigada!).

Como chegar: Se for de Lisboa como eu, o melhor é apanhar um avião direto para Praga. Eu voei com a TAP, como faço quase sempre.

Como se deslocar: A melhor maneira de se delocar no centro de Praga é a pé uma vez que o centro histórico não é muito grande e plano, de metro, elétrico ou em alternativa de autocarro. Se preferir pode optar por alugar carro, pode comparar os preços e escolher o melhor negócio na Rentalcars.

Onde dormir: Recomendo ficar a dormir no Blue Oak, um apartamento localizado a poucos metros do Castelo (caminhada de seis minutos) e super tranquilo.

Quer conhecer o mundo melhor?

Vou enviar histórias e fotos de vários lugares do mundo!
Deixe-se inspirar 🙂
Pode cancelar a subscrição a qualquer altura. Powered by ConvertKit

Organize a sua viagem com as minhas ferramentas

  • Voos

Recomendo a Momondo ou o Skyscanner.

  • Carro

Pesquiso sempre os melhores negócios na RentalCars.

  • Alojamento

Eu utilizo quase sempre o Booking e pontualmente o AirBnb. No Booking é possível reservar e cancelar.

  • Seguro de viagem

Não vale a pena arriscar, normalmente corre tudo bem, mas nunca se sabe onde precisamos mesmo de ajuda. A IATI pode ser uma possibilidade interessante.

  • Bilhetes para museus, atividades e atrações

Com a Get Your Guide pode comprar os bilhetes para as atracções que pretender, de forma rápida e sem perder tempo em filas.

Se fizer as suas reservas através destes links afiliados, não paga mais nada por isso e eu ganho uma pequena comissão, o que é determinante para eu continuar a escrever sobre viagens. Obrigada!

27 comentários em “Praga: Tudo sobre a ponte Carlos”

  1. Tenho vaaaarias fotos aí na Ponte Carlos hehe quando fui, apesar de ser inverno, o dia estava lindo com um céu super azul. Parada mais que obrigatoria em Praga, certeza!

  2. Estive mesmo para ir a Praga nestas últimas 2 semanas. Acabei por não ir, mas pelos vistos tenho mesmo de voltar a adicionar a cidade à lista! Obrigada pelas dicas Catarina, sempre muito interessantes.

  3. Muito boa a resenha histórica sobre a ponte Carlos em Praga. Eu também sou um apreciador deste tipo de arquitetura e sempre que viajo procuro fotografar uns bons exemplares. Obrigado pela partilha.

  4. Que cidade encantadora! Praga é um sonho para mim. Sou fascinada nesse lugar! Adorei saber tantas informações sobre. Muito obrigada pelas dicas!

  5. 23 países no currículo e o pôr do sol na ponte Charles continua sendo o mais bonito que eu já vi! Era uma mistura de azul, rosa e cinza chumbo da porte… uma poesia disfarçada de cidade!

  6. Essa ponte está sempre presente nas fotos de Praga! deve ser mesmo o principal marco arquitetônico desta cidade incrível.
    É uma das cidades que mais gostaria de visitar na Europa!

  7. Que delícia ler essa matéria! Praga é uma cidade maravilhosa e estou doida pra voltar, ainda mais depois de rever as fotos. Todo o clima medieval da cidade é muito interessante. Amei saber ainda mais detalhes depois desse post super explicativo. Parabéns!

  8. Eu arriscaria dizer que é a mais bela! Um beleza misturada com uma energia cativante. E com essas histórias que envolvem seus monumentos fica ainda mais linda! Belo post!

  9. Adorava conhecer Praga, está no topo da lista de cidades a conhecer na Europa, precisamente porque tenho a ideia de que, tal como dizes, é uma das mais belas. A ponte Carlos é sem dúvida impressionante, tem sempre um papel muito central nas fotografias da cidade pelo que, mesmo nunca tendo ido lá, é uma referência. Partilha bem interessante, esta 🙂

  10. Tenho muita vontade de conhecer Praga e com certeza a Ponte Carlos é uma das razões. Gostaria de fazer parte de seu movimento de músicos, turistas e comerciantes. Gostaria de ver de perto as torres e suas esculturas. Gostaria de sentir a pulsação desta ponte de mais de 6 séculos construída sob orientação de astrólogos e ouvir os sussurros de suas lendas a exemplos dos ovos, vinhos e afins… Um dia os astros irão conspirar a meu favor! rsrs

  11. praga é uma das minhas cidades favoritas e passear pela ponte é muito legal, pois há músicos, artistas e claro muuuita gente! cruzar a ponte em horário de pico demora hein aheuahuea

Deixe um comentário