Vamos marcar uma viagem de forma independente?

Quero ajudar outras pessoas a terem a possibilidade de escolha da forma como querem viajar, a conhecerem as ferramentas que eu utilizo e que confio e que já me fizeram poupar muito dinheiro.

20 anos a viajar (de forma independente)

Habituei-me cedo a sair de casa e a passear, tanto aos fins de semana como nas longas férias de verão em que ia passar a temporada com os meus avós numa pequena aldeia da Serra da Estrela. Ficaram recordações maravilhosas daquela liberdade de estar num sítio pequeno onde todos me conheciam, o que era uma diferença abismal para alguém que sempre viveu em cidade como eu.

Talvez tenham sido aqueles verões que me fizeram começar a gostar de me sentir livre e me levaram aos poucos a querer explorar novos locais dessa mesma forma. E assim, aos 19 anos meti-me pela primeira vez num avião, rumo a Itália e desde então não parei. Já lá vão 20 anos deste percurso de viajante independente e cerca de 50 países visitados. Muitos desses países já repeti, quando gosto, fico com vontade de explorar a fundo. Já estive dez vezes no Brasil, dez em Marrocos e oito em Cabo Verde por exemplo.

Já viajo há 20 anos de forma independente e conheço cerca de 50 países, tendo repetido alguns várias vezes.

Viajante livre

Eu adoro viajar de forma livre. Gosto de sentir que ando ao sabor do vento, se gosto de um local fico, se não gosto sigo. Mesmo nos meus tempos de consultora eu viajava dessa forma.

Eu adoro viajar de forma livre.

Quando comecei a viajar há muito tempo atrás, com outra idade, eu queria ver o máximo de sítios possíveis num curto espaço de tempo. Mas ao longo do tempo percebi que fazia mais sentido abrandar o ritmo. Quando viajava de forma “alucinante”, sempre a andar, era impossível parar, olhar ou até sentar naquele café típico do sitio onde estamos, onde todos de juntam.

Viajar de forma livre mesmo com uma filha

Para este processo ajudou entre outras coisas o meu próprio amadurecimento pessoal e o facto de ter sido mãe. Nunca me ocorreu parar de viajar quando nasceu a Maria, sabia que a levaria sempre comigo, mas tive claramente a noção de que as minhas viagens nunca mais seriam as mesmas. E ainda bem, porque agora são melhores.

Desde que fiz a primeira viagem com ela, tinha nascido apenas há dois meses, que dedico muito mais tempo a todo o processo que envolve o planeamento da viagem, tal como com a escolha do destino ou os horários dos voos. Mas depois quando estou em viagem a minha postura é igual, procuro ser descontraída e ter noção de que podem acontecer imprevistos e provavelmente não irei conseguir fazer/ver tudo o que queria. Mas é mesmo assim, o ritmo é outro. E se aceitarmos isso, tudo se torna mais fácil.

Como nasceu a ideia da masterclass?

Nos últimos anos no mundo do turismo fala-se imenso de viajar de forma independente, mas os meus quase quatro anos como blogger de viagens permite-me perceber que concretizar esta ideia muitas vezes pode não ser fácil para quem está a começar. Há tanta informação de ferramentas diferentes que pode ser difícil escolher bem de forma a não que não existam situações que podem até estragar uma viagem.

Eu já pesquiso e organizo as minhas viagens há 20 anos, com cinco deles integrando uma criança pequena, pelo que já tenho alguma experiência que me faz sentido partilhar. Quero ajudar outras pessoas a terem a possibilidade de escolha da forma como querem viajar, a conhecerem as ferramentas que eu utilizo e que confio e que já me fizeram poupar muito tempo, dinheiro e chatices.

Eu já pesquiso e organizo as minhas viagens há 20 anos, cinco deles em família com a minha filha.

Quais são os objetivos da masterclass ?

Gosto de pensar que esta masterclass pode ajudar todas as pessoas que assim o quiserem a viajar (mais), a saírem de casa e a explorar o que ainda não conhecem, no fundo, a serem mais felizes. Os grupos serão sempre pequenos, para conseguir ir esclarecendo dúvidas específicas que naturalmente devem surgir e para criar um ambiente informal e próximo.

Também convido os participantes a levar o computador para a sala para juntos conseguirmos concretizar ideias de viagem. Darei toda a minha ajuda nos casos concretos de viagens que os participantes apresentarem.

Conteúdos programáticos:

  • Selecionar um voo/Voos last minute
  • Fazer um seguro de saúde
  • Marcar consulta do viajante
  • Cartão tipo Revolut e o XE
  • Alugar carro
  • Reservar alojamento
  • Utilizar Google maps
  • Utilizar Google tradutor

Paralelamente à partilha pretendo criar condições para a existência de um espírito de comunidade e de grupo entre todos os que partilham da mesma paixão que é viajar e quem sabe ser responsável pelo nascimento de novas amizades e de novos companheiros de viagem.

Qual é o público alvo da masterclass?

A masterclass destina-se a todos os que viajam ou que estão interessados em saber mais todo o processo que envolve uma viagem de forma independente, com total liberdade, tal como eu o faço. Quero ajudar outras pessoas a terem a possibilidade de escolha da forma como querem viajar, a conhecerem as ferramentas que eu utilizo e que confio e que já me fizeram poupar muito dinheiro.

E esta forma de viajar, com esta postura mais livre, pode ser aplicada a todos os passeios. Tanto aos que fazemos ao fim de semana para uma zona mais próxima se casa ou para mais longe quando nos metemos num avião. O desafio da descoberta e exploração de alma aberta, acaba por ser um pouco o o mesmo.

Importa dizer que quando me refiro a viajar, não implica necessariamente ir para muito longe.

Onde se irá realizar a masterclass?

masterclass decorrerá num espaço super acolhedor, que é O Jardim – Academia de Criatividade, localizado na Praça da República, Piso 1 – loja 16H – 2620-543 Ramada (Odivelas). Fica a cerca de 20 minutos de carro do Marquês de Pombal, num bairro muito sossegado, com uma belíssima vista para a cidade e de fácil estacionamento.

Para chegar a´O Jardim – Academia de Criatividade, pode utilizar:

  • Autocarro: a poucos minutos de várias paragens de autocarro da Rodoviária de Lisboa (228, 925),
  • Carro: na rua, na envolvência do espaço.

Qual vai ser a duração da masterclass?

A masterclass terá uma duração de três horas com um pequeno intervalo. Peço a todos que cheguem um pouco antes do início para que possamos cumprir os horários estipulados.

Quando e a que horas vai ser a masterclass?

No dia 31 de março irá realizar-se uma masterclass entre as 18h30 e as 21h30.

Vai haver coffee break na masterclass?

No decorrer da masterclass irão estar na mesa bolachinhas, biscoitos e várias bebidas. Este será um evento informal, em que iremos estar sentados a conversar e a trocar ideias, a trabalhar no computador e de vez em quando a petiscar.

Faremos um intervalo mas ao longo da masterclass existirão algumas coisas boas para comer. Prometo!

É possível levar as crianças?

O espaço onde irá decorrer a masterclass está totalmente aberto a receber crianças, uma vez que tem muito espaço e brinquedos para elas. Pode levar os seus filhos consigo, mas atenção que os pais é que serão responsváveis por elas.

Para já não está pensada nenhuma atividade organizada para as crianças ao mesmo tempo da atividade dos crescidos, tal como acontece no workshop “Vamos viajar com as nossas crianças de forma independente?” em que os pequeninos podem fazer uma iniciação ao cake design.

Qual o custo da masterclass?

masterclass tem um custo de 33€ (por pessoa).

Como posso inscrever-me na masterclass?

Para se inscrever basta:

  • Enviar um email para: kate@wandering-life.com
  • Utilizar o whatsApp: 966941877

Eu respondo tão rápido quanto possível e dar-lhe-ei todas as indicações necessárias.

Siga-me de perto!!