Trilho Quercus – Nove Passos

As terras de Trás os Montes localizam-se no nordeste de Portugal e abrangem os municípios de Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais. Esta região ocupa cerca de 5540 Km2, é lindíssima e muito interessante do ponto de vista geológico e biológico, fazendo parte da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica, já reconhecida pela UNESCO.

O território abrangido por esta Reserva é enorme, abrangendo doze municípios do lado português (sendo nove deles a totalidade das Terras de Trás-os-Montes) e 75 do lado espanhol. Além dessa classificação, nas Terras de Trás-os-Montes existem catorze áreas classificadas associadas à conservação da natureza. Não há qualquer dúvida que a natureza aqui nesta região é rainha.

Nove passos

O projeto nove passos das Terras de Trás-os-Montes tem como objetivo dar a conhecer a natureza do seu território através de nove percursos temáticos. Cada um desses passos existe em cada um dos nove municípios:

  • Alfândega da Fé: Percurso do Sabor
  • Bragança: Percurso do Carvalho
  • Macedo de Cavaleiros: Trilho Quercus
  • Miranda do Douro: Percurso de São João das Arribas
  • Mirandela: Percurso de Vale do Lobo
  • Mogadouro: Percurso da Cascata da Faia da Água Alta
  • Vila Flor: Percurso Vilarinho das Azenhas a Ribeirinha
  • Vimioso: Percurso do Castelo de Algoso
  • Vinhais: Percurso Biospsots (Alto da Ciradelha)

Existe disponível uma aplicação com toda a informação sobre estes nove passos, onde se encontram identificados vários pontos de interesse em cada um dos percursos e mais alguma informação sobre tudo o que é possível ser observado. Infelizmente não posso partilhar a minha experiência com esta aplicação porque o sistema do meu telemóvel não permite  a sua instalação, mas pelo que vi numa utilizadora da aplicação, acredito que valha a pena. É um bom guia para uma descoberta a solo.

Passo de Macedo de Cavaleiros – Trilho Quercus

No território de Macedo de Cavaleiros destaca-se a Albufeira do Azibo, nas margens do qual se encontra a Pequena Rota Trilho Quercus. Este é o passo que eu conheci.

A envolvência de todo o percurso é lindíssima, ou não estivesse este inserido em duas áreas classificadas de grande importância, a Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo e o Sítio de Importância Comunitária de Morais, qualquer uma das duas integradas no Geopark Terra de Cavaleiros, Geopark Mundial da UNESCO. 

O percurso pedestre é relativamente fácil de ser feito, tendo no total uma distância de oito quilómetros, com alguns desníveis mais acentuados mas que não representam uma grande dificuldade, na minha opinião. Levaria a minha filha de 6 anos sem qualquer problema, por exemplo, mas verdade seja dita que ela já está habituada a andar a pé. O espelho de água acompanha (a Albufeira) quase sempre o caminho, só se “escondendo” por vezes devido à densidade de árvores que vamos encontrando. É um ambiente muito bonito e sereno que faz com que seja um bom passeio.

O tema da visita a este passo são as aves aquáticas, tais como os patos ou as garças, sendo o destaque para o mergulhão-de-crista, símbolo desta área protegida. Além destas aves aquáticas, nas áreas envolventes da Albufeira do Azibo existem mais de 200 espécies de animais vertebrados tais como as lontras e ainda várias outras de borboletas, libélulas e libelinhas. Importa por isso ir atento aos movimentos na água e ao que acontece à sua volta.

Perto do percurso encontra-se a bonita aldeia de Santa Combinha e as duas praias que podem ser um belíssimo local para relaxar e descansar do percurso. A praia fluvial da Fraga da Pegada é a que tem mais bandeiras azuis da Europa e a Praia Fluvial da Ribeira foi considerada uma das 7 Maravilhas das Praias de Portugal. Promete…

A Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes foi responsável pela organização desta blog trip de 3 dias por Macedo de Cavaleiros. Como sempre, os meus comentários são independentes.


Informação prática

Como chegar: Macedo de Cavaleiros localiza-se em Trás-os-Montes, na região nordeste de Portugal, a 452 quilómetros de Lisboa, 181 do Porto e 83 de Vila Real.

Como chegar e se deslocar: Para chegar à cidade de Macedo de Cavaleiros pode ser utilizado carro ou autocarro, desde imensos locais do país. Recomendo pequisar a Rede Expressos por exemplo. Se quiser ir até à Albufeira do Azibo e fazer o trilho Quercus recomendo que utillize carro para ter mais liberdade de movimento e possibilidade de fazer outras paragens.

Onde dormir: Em ambas as noites que estive em Macedo de Cavaleiros dormi na Casa da Fraga, em Ferreira, um pequena aldeia a cerca de trinta minutos da sede do munícipio. Gostei imenso. A Luísa, dona do alojamento, recebe como se fossemos velhos amigos a regressar.

Onde comer: Eu jantei na Casa da Fraga, o alojamento onde dormi, e também na Casa do Lago junto à Praia da Fraga da Pegada e no Solar do Chacim. Comi sempre muitíssimo bem.

Deixe um comentário