Conhecer o Valle de Viñales

O verdejante Valle de Viñales localiza-se na Serra de los Organos, no Parque Nacional de Viñales. É Património Mundial da Humanidade desde 1999.

Situa-se na província de Pinar del Rio, na área ocidental da ilha de Cuba e ocupa uma área de 132 km2. No Valle de Viñales existem formações rochosas calcárias designados de mogotes (colinas arredondadas que aqui podem chegar aos 300 metros), inúmeras cavernas e rios subterrâneos. O mogote mais conhecido é aquele onde se situa o Mural de La PreHistoria, um enorme fresco do pintor cubano Leovigildo González Morillo (seguidor do famoso Diego Rivera) e que representa a história da evolução, em homenagem aos moradores mais antigos. O Mural tem um comprimento de 120 metros e foi pintado durante 4 anos.

A caverna mais popular é a Cueva del Indio, que foi descoberta em 1920 por um camponês.

No seu interior existem vestígios arqueológicos de culturas pré-colombianas.

Além das formações rochosas existe ainda no Valle de Viñales uma explosão exuberante de verde e imensas plantações de tabaco. Diz-se mesmo que os melhores charutos cubanos vêm desta zona. Aqui a técnica tradicional tem sobrevivido ao longo dos anos.

Para conhecer todo o processo artesanal de plantação, recolha e secagem das folhas de tabaco, nada melhor do que visitar uma das inúmeras quintas que por lá existem. Com sorte ainda pode experimentar um “puro”… Um charuto é chamado de “puro” quando é completamente natural.

Eu visitei uma quinta e fiquei a saber que o tabaco é fermentado numa solução que pode ter ingredientes variados de acordo com o gosto de cada família. Isto faz com que os charutos sejam diferentes uns dos outros.

É ainda de destacar a Vila de Viñales com as suas casas de madeira de estilo colonial.

Quando estive em Cuba visitei este Valle e adorei. A paisagem é lindíssima, simplesmente esmagadora. No Valle encontra-se uma cultura original, de uma enorme beleza natural e importante passado histórico e cultural. Se for a Cuba, não perca.

Como planear uma viagem de forma independente (tal como eu faço)?
. Reservar os melhores voos no SkyScanner. Aqui consegue encontrar e comprar os melhores voos para o destino escolhido.
. Alugar carro no Rentalcars. Vai encontrar todas os parceiros e fornecedores disponíveis assim como os preços das várias gamas.
. Marcar no Get Your Guide os bilhetes de entrada nos locais que pretende visitar ou nos tours que quer fazer, para evitar filas e tempo perdido.
. Fazer o visto em iVisa.
. Fazer um seguro de viagem na Iati Seguros, para não correr riscos que podem sair caros.
. Utilizar o cartão Revolut, que lhe possibilita fazer pagamentos e levantamentos na moeda do local onde estiver a viajar (e poupar muito dinheiro em taxas).
. Marcar sempre que necessário uma Consulta do Viajante para conhecer os riscos associados à sua viagem e as respectivas medidas de protecção e prevenção.
. Optar sempre que possível por levar menos bagagem possível. Veja as minhas 10 dicas.

 

Sobre a Kate
É uma ex-consultora, blogger de viagens a tempo inteiro, viajante há 20 anos e mãe da Maria há 5. Viaja na maior parte das vezes em família, com a filha desde que era uma bebé de 2 meses e os 3 juntos já fizeram mais de 30 viagens pelo mundo.
Fundou o Wandering Life, organiza @instameets.pt, fundou e é vice-presidente da ABVP – Associação de Bloggers de Viagem Portugueses, tem ebooks onde ajuda outras famílias a viajar, é fundadora da comunidade Famílias de mochila às costas e da rubrica Conversas em família.

18 comentários em “Conhecer o Valle de Viñales”

  1. Olha só… até fiquei curiosa para conhecer o processo de fabricação de charutos. Nem imaginava que existia uma quinta com uma opção de passeio assim. Não sou fumante, mas se tem algo que irei fazer numa viagem para Cuba é experimentar os seus famosos charutos cubanos ?

    Responder
  2. Olá Catarina, ora aqui está um local em Cuba que me atrai bastante, quero ir um dia sem dúvida !Obrigado !

    Responder
  3. Cuba, apesar de todas as questões políticas e sociais, é sem duvida um belo destino pra quem se interessa por história e cultura. Sem contar as belas praias que não perdem pra nenhum destino caribenho!

    Responder
  4. Adoro visitar vales, sejam eles de que tipo! Gostei de conhecer este uma vez que quero ir a cuba brevemente e está dica parece me muito boa 🙂 uma outra forma de ver o país, certamente.

    Responder
  5. Oi Catarina! Parece uma região bem interessante. O charuto é parte importante da economia cubana e conhecer uma dessas plantações deve ser muito legal. Quero ir a Cuba no começo do ano que vem e, com certeza, vou considerar uma visita ao Valle.

    Abraço!

    Responder

Deixe um comentário