Conhecer as Maldivas

A República das Maldivas localiza-se no Oceano Índico, a sudoeste do Sri Lanka e Índia. É um país com 1190 ilhas (200 delas nao habitadas), que se encontram agrupadas em atóis naturais, espalhados numa área de 90.000km2.

O idioma oficial é o Dhivehi, que tem raízes no sânscrito e a capital é Malé. Todas as ilhas têm pouca vegetação e o pico mais alto tem apenas 2 metros acima do nível do mar. Toda a areia que se vê nas ilhas é de origem coralina.

Atol

Curiosamente a palavra atol tem origem no termo maldiviano “atolu”.

Um atol normalmente forma-se quando os topos de uma ilha de origem vulcânica, que se encontrava rodeada por recife, se afunda no mar. Daqui resulta a formação de um recife em forma de um grande anel, com uma lagoa no seu centro. Todas as ilhas que formam o anel têm por isso areia coralina, proveniente de corais.

Nas lagoas existe uma enorme diversidade biológica de peixes, moluscos, entre outros. É verdadeiramente extraordinário! São locais de água quente, e cor turquesa, com praias que são autênticos postais…

Existem avários atóis espalhados pelo mundo, principalmente na zona dos trópicos e subtrópicos. Os das Maldivas são sempre referidos nas listas dos melhores do mundo.

História

A história destas ilhas começou no século V a.C., com a colonização dos arianos, um povo proveniente da ásia central.

Existem relatos de viajantes que indicam que as Maldivas eram governadas por mulheres no período que antecedeu o contacto com o islão. Foi em 1153 que a religião islâmica foi adotada, substituindo o budismo, e essa situação mudou.

No século XVI as ilhas foram ocupadas pelos portugueses (durante 15 anos) e no século XVIII por um povo o sul da Índia (durante 3 meses e 20 dias). Tirando estas 2 exceções, as ilhas sempre foram independentes, mesmo tendo sido aceite voluntariamente serem um protetorado inglês, no ano de 1887. O sultão governava e os ingleses limitavam-se a interferir nas relações exterior e na defesa.

Já no século XX foi realizado um referendo, em que o sultanato foi abolido e as Maldivas passaram a ser uma república.

É um país realmente paradisíaco com areia dourada e fina e um mar quente com cor turquesa.

Como planear uma viagem de forma independente (tal como eu faço)?
. Reservar os melhores voos no SkyScanner. Aqui consegue encontrar e comprar os melhores voos para o destino escolhido.
. Alugar carro no Rentalcars. Vai encontrar todas os parceiros e fornecedores disponíveis assim como os preços das várias gamas.
. Marcar no Get Your Guide os bilhetes de entrada nos locais que pretende visitar ou nos tours que quer fazer, para evitar filas e tempo perdido.
. Fazer o visto em iVisa.
. Fazer um seguro de viagem na Iati Seguros, para não correr riscos que podem sair caros.
. Utilizar o cartão Revolut, que lhe possibilita fazer pagamentos e levantamentos na moeda do local onde estiver a viajar (e poupar muito dinheiro em taxas).
. Marcar sempre que necessário uma Consulta do Viajante para conhecer os riscos associados à sua viagem e as respectivas medidas de protecção e prevenção.
. Optar sempre que possível por levar menos bagagem possível. Veja as minhas 10 dicas.

 

Sobre a Kate
É uma ex-consultora, blogger de viagens a tempo inteiro, viajante há 20 anos e mãe da Maria há 5. Viaja na maior parte das vezes em família, com a filha desde que era uma bebé de 2 meses e os 3 juntos já fizeram mais de 30 viagens pelo mundo.
Fundou o Wandering Life, organiza @instameets.pt, fundou e é vice-presidente da ABVP – Associação de Bloggers de Viagem Portugueses, tem ebooks onde ajuda outras famílias a viajar, é fundadora da comunidade Famílias de mochila às costas e da rubrica Conversas em família.

34 comentários em “Conhecer as Maldivas”

  1. Muito legal, tenho muito interesse em conhecer as Maldivas. Você sabe quando é a melhor época para visitar as ilhas? Os voos para lá são frequentes? A gastronomia é mais fundada nos peixes e frutos do mar ou é mais variada? valeu!

    Responder
    • Olá Fábio 🙂
      A melhor altura é na época seca, mais ou menos entre dezembro e março. Mas eu estive agora em abril e foi muito bom.
      Desde o Dubai há voos regulares e diários para Malé. A comida na ilha em que eu estive é mais à base de peixe e frutos do mar.
      Mais alguma informação não hesite em perguntar!

      Responder
  2. Tenho muita vontade de conhecer esse lugar. A água turquesa das Maldivas tem uma fama mundial! Continue colocando mais dicas desse destino. =)

    Responder
  3. Gente, como assim 1190 ilhas? Fiquei chocada, e todas estão ali, quase ao nível do mar? =O Aprendi um montão com esse post, e já fiquei na vontade de adiantar a viagem pra esses lados!

    Responder
  4. Nossa, 1190 ilhas é ilha que não acaba mais!!!! Não sabia disso! O ruim dos atóis é que eles podem sumir no futuro, se as águas dos oceanos continuarem a subir. Tuvalu, na Oceania, já expressou a preocupação em uma reunião da ONU. As Maldivas devem ser o paraíso! Tenho muito interesse em conhecer. Ótimo post!!! Sabe qual a melhor época para se viajar?

    Responder
    • Olá Cleber 🙂
      É mesmo muito preocupante. Nestas ilhas vivem muitas pessoas… São mesmo uma paraíso. A melhor altura é na época seca, entre Dezembro a Março, mais ou menos. Muito obrigada!!

      Responder

Deixe um comentário