Ayutthaya, a antiga capital do Reino de Sião

Ayutthaya localiza-se a cerca de 80 km a norte de Bangkok, a capital da Tailândia. Esta cidade histórica é património mundial da UNESCO desde 1991.

Podemos começar por falar da história deste local quando há muitos séculos atrás, o povo thai migrou da China para sul. Depois de terem sido fundados outros reinos, em 1350 os thai fundaram o reino de Ayutthaya (ou Sião) com capital com o mesmo nome (Ayutthaya).

Formou-se então uma vasta unidade territorial, que se expandiu ao longo de 400 anos, tendo quase atingido a área que hoje corresponde à Tailândia.

O facto da cidade de Ayutthaya ter sido uma das maiores e mais ricas cidades da Ásia, deveu-se muito à sua localização e ao seu porto marítimo. Localiza-se numa ilha, no centro das vastas e ricas planícies do rio Chao Phraya (e de mais outros 2 rios), a meio caminho entre a China, Índia e Malásia. Aqui eram comercializados artigos como madeira de teca, marfim, seda e artesanato.

Nesta altura a cidade era esplêndida e chegou a ter 1 milhão de habitantes… Calcula-se que existissem cerca de 1500 templos e 4000 estátuas.

Mas este período áureo terminou em 1767, quando o exército birmanês chegou. A capital do Reino foi saqueada e destruída, tendo os budas sido decapitados. O que já tinha sido o centro da autoridade siamesa durante tantos anos ficou tão devastada que já não poderia ser utilizada como centro do governo.

Foi então estabelecida uma nova capital, em Thonburi. Só mais tarde, em 1782, foi transferida para Banguecoque, que fica do lado oposto do rio em que se encontra Thonburi. Por esta razão, esta antiga capital é conhecida pelos locais como a antiga Banguecoque.

Por toda esta importância histórica recomendo uma visita a Ayutthaya. Teve uma importância enorme no país que hoje é a Tailândia. Se estiver em Banguecoque chega lá facilmente de comboio. Não é muito demorado e é super barato. Eu desloquei-me dessa forma.

Atualmente numa visita a Ayutthaya é possível visitar vários templos (chamados wat) e de seguida vou destacar alguns.

 Wat Yai Chaya Mongkol

Este templo é um antigo mosteiro real. Durante a época do reino de Ayutthaya foi um local muito importante na instrução de toda a família real e de várias personalidades de destaque.

Representa a vitória do rei Naresuan, que é um considerado um verdadeiro herói para os tailandeses. Durante o saque de 1767 este templo foi transformado numa fortaleza. Mais recentemente sofreu algumas transformações, sendo atualmente um dos mais fascinantes templos do país.

É interessante subir as suas escadas e apreciar o lindissimo panorama e andar junto ao templo, junto às estátuas de Buda com manto amarelo, às stupas e à enorme estátua de Buda reclinado.

 Wat Maha That

Este templo localiza-se no centro de Ayutthaya e foi um dos mais importantes do reino. Foi aqui que as relíquias de Buda foram consagradas, foi a residência do Patriarca Supremo dos monges tailandeses e também um importante centro de budismo. Hoje em dia apenas as fundações podem ser vistas.

É perto deste templo que se encontra a mais do que conhecida cabeça de pedra de Buda nas raízes de uma árvore. Diz-se que quando o exercito da Birmânica invadiu a cidade decapitaram as imagens de Buda e tantos anos se passaram que uma árvore cresceu em redor de uma delas.

Wat Wiharn Phra Mongkhon Bophit

Quando um rei morria era escolhido um local para realizar a cremação. No local onde as cremações eram realizadas foi construído este palácio.

Uma estátua de Buda com 12 metros, que originalmente se encontrava no exterior, foi mandada colocar no interior de uma estrutura com telhado. É o templo que vemos hoje.

 Wat Lokayasutharam

Este monumento é uma estátua de Buda reclinado, em cimento com 37 metros de comprimento. Antigamente estava cercado de um mosteiro, mas hoje em dia apenas conseguimos ver as antigas fundações.

Wat Ratchaburana

É um templo budista que foi construído no local em que 2 irmãos morreram (mataram-se um ao outro), na luta pelo trono do reino.

Atualmente além das ruínas do templo, é possível visitar as 2 torres e magníficas gravuras em pedra. No interior do templo encontra-se a cripta, onde é possível ver os murais nas paredes.

Wat Phra se Sanphet

Este templo localizava-se no recinto do palácio real e era onde se realizavam importantes cerimónias reais. Nas 3 stupas encontram-se as cinzas de um rei e dos seus 2 filhos. Este é o maior templo da antiga capital.

Esta cidade é bastante interessante e foi muito importante na história do país que atualmente se chama Tailândia. Recomendo visitar e lembrar da informação deste artigo. Imagine só o que já foi  Ayutthaya…

Leia mais também sobre as famosas ilhas Phi Phi.

18 comentários em “Ayutthaya, a antiga capital do Reino de Sião”

  1. Definitivamente seus argumentos me convenceram: se um dai for a Tailândia, com certeza visitarei

    Sabe que eu sempre sinto uma forte dor na alma quando leio/ouço/conheço fatos como esse: destruição de belos patrimônios, matanças, saques e destruição da identidade de um povo?! Sei que muitos países sofreram e causaram isso, mas fico imaginando como tiveram coragem de acabar com uma cidade esplêndida como devia ser Ayutthaya!! . bj

  2. Oi, Catarina, adorei o relato histórico e também acho que é importante saber o que estamos vendo e porque quando viajamos. Pena que você não colocou imagens dos templos, que são lindos, não é? Sou louca para ir à Tailândia… obrigada por compartilhar.

  3. Mais uma vez, Catarina, uma ‘delícia’ ler os teus posts. Muito aprendemos com eles. E, para mim, não faz muito sentido visitar um lugar sem o entender. Não basta a foto da praxe para exibir nas redes sociais 😉 Beijinho e continua o excelente trabalho…

  4. É tanta coisa nesse país que já estou desistindo de marcar viagem e me mudar pra lá por um tempo…. sério mesmo! Uns 4 meses pra desbravar a região! Adorei o post!

  5. Muito legal ver um pouco mais sobre a região de Bangkok é um resumo dos templos. Adorei o texto e já deixei salvo aqui nos favoritos.

Deixe um comentário